@conecta_news

Bitcoin (BTC): Novos tombos virão, mostra mercado de opções

O Bitcoin (BTC) pode ter ficado menos volátil nos últimos dias, mas isso não significa que os investidores ficaram menos ansiosos com a perspectiva de novos tombos.

O coeficiente entre opções de venda e de compra da moeda digital atingiu uma máxima de 12 meses, a 0,72, o que significa que muitos operadores acumulam hedges caso ela embarque em outro movimento de queda e suas perdas se aprofundem.

O coeficiente atingiu um pico de 0,96 em abril do ano passado, antes que os preços caíssem cerca de 50% no mês seguinte, de acordo com dados compilados pela Babel Finance.

Isso “sinaliza ceticismo nos mercados com crescente sentimento de baixa”, disse Josh Olszewicz, chefe de pesquisa da Valkyrie Investments.

“Dada a situação macro global e a aversão ao risco quase uniforme que atualmente domina a maioria das classes de ativos, operadores seguiram na mesma linha com suas estratégias de Bitcoin.”

O Bitcoin e outras criptomoedas estão atoladas em uma liquidação este ano, com uma perda de cerca de 38% para o maior ativo digital.

Tokens menores e menos conhecidos se saíram ainda pior. O Dogecoin, que teve sucesso durante a pandemia, registra queda de 54% no ano.

O XRP e Bitcoin Cash caíram mais ou menos o mesmo tanto, enquanto Avalanche e Solana já perderam mais de 70% em 2022, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Wilfred Daye, CEO da Securitize Capital, uma gestora de ativos digitais, também aponta que, nas últimas semanas, a volatilidade implícita se tornou “super cara”.

À medida que a volatilidade suspeita aumentou, a volatilidade implícita subiu ao longo da curva, o que significa que “mais pessoas estão comprando opções acima de seu valor intrínseco”, disse ele. “Isso mostra que mais pessoas estão dispostas a pagar mais por opções de venda”.

O aumento na relação venda-compra das opções “sinaliza uma certa mudança no mercado”, disse Stephane Ouellette, executivo-chefe da FRNT Financial. Para os defensores de longa data das criptomoedas que não querem se desfazer de suas posições, “se proteger contra a volatilidade do mercado é provavelmente mais aceitável neste contexto”, disse.

Mais importante pode ser o fato de que a moeda “pode girar tão rápido que, embora você possa pensar que está caindo, você não quer vender sua posição completamente porque as coisas podem decolar muito rápido”, acrescentou. “Opções de venda fazem algum sentido nessa dinâmica.”

Os investidores que antes gostavam de criptomoedas esfriaram suas perspectivas após o aperto do Federal Reserve gerar volatilidade no mercado e diminuir o crescimento antes aquecido de ativos especulativos. O diretor de investimentos da Guggenheim Partners, Scott Minerd, disse que espera que o Bitcoin caia para US$ 8.000. Ele tinha uma vez previsto que poderia chegar a US$ 400.000.

Há mais de duas semanas o Bitcoin é negociado abaixo de US$ 35.000 e girava em torno de US$ 29.000 na quinta-feira.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Publicado por:

Últimas Notícias

Fique por dentro

Cadastre-se em nossa Newsletter

Não enviamos spam, apenas informações relevantes.

Leia Mais

Postagens Relacionadas

Lula diz que pretende tornar permanente auxílio de R$ 600

O ex-presidente e pré-candidato ao Palácio do Planalto Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, em entrevista ao jornal Correio Braziliense publicada nesta terça-feira, que pretende tornar permanente o auxílio de 600 reais às famílias de baixa renda. “Eu quero manter. O PT queria que o auxílio fosse de 600 reais já em 2020. Bolsonaro

Congresso aprova R$ 202,5 milhões para recompor despesas de pessoal

O Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei (PLN) 9/22, que abre crédito suplementar de R$ 202,5 milhões no Orçamento da União para recompor despesas primárias obrigatórias de pessoal e encargos de 17 órgãos federais. A proposta segue para sanção presidencial. Os recursos vêm de superávit financeiro apurado no balanço patrimonial de 2021, do cancelamento

PepsiCo diz que salgadinhos e bebidas podem ficar mais caros

A PepsiCo elevou a projeção de receita para 12 meses nesta terça-feira e disse que pode aumentar ainda mais os preços nos próximos meses, com a companhia vendo pouco impacto na demanda por seus refrigerantes e salgadinhos, apesar da inflação mais alta em décadas. Por volta de 11h, as ações da empresa subiam 0,4%, para

Congresso aprova crédito extraordinário de R$ 1,2 bi para Plano Safra 2022/23

O Congresso aprovou nesta terça-feira, 12, a abertura de crédito suplementar de R$ 1,2 bilhão para linhas do Plano Safra 2022/2023 com taxas de juros equalizadas pelo Tesouro. O projeto vai agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Os recursos para a linhas de crédito do Plano Safra virão da reserva de contingência, que é