@conecta_news

Procon do Rio faz fiscalização em postos por redução no preço do combustível

O Procon do Rio iniciou nesta segunda-feira, 4, uma operação de fiscalização em postos de combustíveis de todo o Estado a fim de verificar se houve de fato a redução média de R$ 1,19 no preço do litro da gasolina, e de R$ 0,79 no do etanol.

A queda do preço se tornou obrigatória com a redução do ICMS de 32% para 18%, a partir da Lei Complementar 194, sancionada no mês passado.

No Rio, a operação acontece em postos de diferentes regiões da cidade, e além de fiscais do Procon e da Secretaria Estadual da Fazenda, conta com o auxílio de agentes das polícias Civil e Militar.

Segundo o presidente do Procon estadual, Cássio Coelho, não haverá espaço para contestação.

“Hoje a operação é de fiscalização. Sexta-feira (dia 1º) foi anunciado, eles tiveram três dias para fazer essa adaptação”, disse Coelho.

“Postos em que forem encontrados fora daquilo que foi anunciado serão autuados.”

Para o secretário estadual de Defesa do Consumidor, Rogério Amorim, uma eventual alegação de que a redução do preço na bomba não ocorreu porque ainda se refere ao estoque com preço antigo não será tolerada porque “quando há aumento os postos repassam na mesma hora, sem se preocupar com o estoque”.

A multa para quem descumprir a redução de preços pode chegar a R$ 12 milhões – o valor será calculado a partir do faturamento do posto.

Fonte: Estadão Conteúdo

Compartilhar:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Publicado por:

Últimas Notícias

Fique por dentro

Cadastre-se em nossa Newsletter

Não enviamos spam, apenas informações relevantes.

Leia Mais

Postagens Relacionadas

Lula diz que pretende tornar permanente auxílio de R$ 600

O ex-presidente e pré-candidato ao Palácio do Planalto Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, em entrevista ao jornal Correio Braziliense publicada nesta terça-feira, que pretende tornar permanente o auxílio de 600 reais às famílias de baixa renda. “Eu quero manter. O PT queria que o auxílio fosse de 600 reais já em 2020. Bolsonaro

Congresso aprova R$ 202,5 milhões para recompor despesas de pessoal

O Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei (PLN) 9/22, que abre crédito suplementar de R$ 202,5 milhões no Orçamento da União para recompor despesas primárias obrigatórias de pessoal e encargos de 17 órgãos federais. A proposta segue para sanção presidencial. Os recursos vêm de superávit financeiro apurado no balanço patrimonial de 2021, do cancelamento

PepsiCo diz que salgadinhos e bebidas podem ficar mais caros

A PepsiCo elevou a projeção de receita para 12 meses nesta terça-feira e disse que pode aumentar ainda mais os preços nos próximos meses, com a companhia vendo pouco impacto na demanda por seus refrigerantes e salgadinhos, apesar da inflação mais alta em décadas. Por volta de 11h, as ações da empresa subiam 0,4%, para

Congresso aprova crédito extraordinário de R$ 1,2 bi para Plano Safra 2022/23

O Congresso aprovou nesta terça-feira, 12, a abertura de crédito suplementar de R$ 1,2 bilhão para linhas do Plano Safra 2022/2023 com taxas de juros equalizadas pelo Tesouro. O projeto vai agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Os recursos para a linhas de crédito do Plano Safra virão da reserva de contingência, que é